Lei da atração: Por que seus relacionamentos não dão certo?

lei-da-atracao-no-amor

Lei da atração:
Por que seus relacionamentos não dão certo?


A esta altura sua mente já está te fazendo inúmeras perguntas… “Lei da atração? Como assim eu atraio tudo pra minha vida? Quer dizer então que atraio coisas ruins? Impossível…”, calma, vamos por partes, uma coisa de cada vez para não bagunçar.

O que a Lei da Atração tem haver com relacionamentos? Gente, tem tuuuuudo haver! Lembram que pensamentos geram sentimentos, e essas emoções atraem as coisas? Então, vamos observar o que você tem pensado nessa cabeça sem juízo:

“Ah, só eu não encontro alguém. Não existe homem bom. Todos os homens traem. Acho que não mereço ser feliz. O amor só faz sofrer. Homem só gosta de mulher ruim. Homens são todos safados. Sempre sou traída. Não tenho sorte…”, etc, etc, etc… A lista é longa.

Esses pensamentos que você aprendeu, viveu, viu pessoas vivenciarem, ouviu falar…, nós chamamos de crenças: tudo aquilo que você começou a acreditar que é verdade. E adivinhe: você acredita e elas acontecem! Olhe para sua vida hoje. Analise. Ela está exatamente como você gostaria? Não? Então você tem pensamentos/sentimentos, crenças negativas que estão te fazendo atrair coisas assim.

Qual a sua explicação para existirem mulheres que vivem cercadas de homens bons, que sempre conseguem um bom relacionamento, enquanto a maioria delas não consegue encontrar um cara bacana, as vezes nem conseguem engatar uma relação? Periguetes e mulheres realmente más, que sempre se dão bem, enquanto você toda boazinha e prestativa só se dá mal? O que elas têm que você não tem? Sorte? E onde conseguem essa sorte? O que elas fazem diferente de você? Comece a ver com os olhos da atração.


Nós ganhamos um poder imenso: o livre arbítrio. Isso significa que podemos escolher fazer o que bem entendermos, mas do mesmo modo, temos que arcar com as consequências dos atos das nossas escolhas.


Então você pensa: “Mas eu sou uma pessoa boa, eu quero meu bem. Como Deus permite que eu sofra?”. Minha linda, Deus não está permitindo nada. A primeira lição que você deve aprender é a assumir a culpa pelos seus atos. Saia do papel de vítima, de sofredora, de sempre colocar a culpa em alguém e nunca assumí-la: a culpa é sua!

“Mas ele me deixou, me traiu, cuidei dele, dei todo meu amor e ele fez isso…”, então, a culpa é sua! Você se desvalorizou, você passou essa energia negativa, e ele só fez coisas de acordo com sua energia. Você enviou uma energia negativa, de desvalorização, e ele apresentou o lado dele que você atraiu, o lado que te desvaloriza, trai, faz sofrer… É como se sua energia dissesse: “Ei, pode brincar com meus sentimentos, tá liberado!”.

Quantas vezes você detesta uma pessoa pelo modo como ela te trata, mas conhece alguém que adora? Com você a pessoa é uma coisa: antipática, mesquinha, detestável, mas para o outro é uma pessoa altamente simpática, educada, gentil… Por quê? Porque o outro atraiu o lado bom dessa pessoa, enviou energias boas. Como dizem por ai: “O santo bateu”.

Tudo que você sente, você atrai exatamente na mesma proporção. Se você se coloca no papel da vítima, da sofredora, da desvalorizada, que deixa os outros fazerem o que bem entendem, adivinha o que você vai atrair de volta? Coisas ruins! Se você acredita que “O amor só faz sofrer, nenhum homem presta, não serei feliz…” adivinha o que você está trazendo para tua vida?

Então, nesses termos, a culpa é sua, dos teus sentimentos negativos! Mas é claro que nem sempre você fez de propósito. Porém, enquanto você continuar sentindo essas emoções ruins, sua vida continuará repetindo esses mesmos padrões negativos!

Que tal começar a mudar isso? Já passa da hora de começar a ter boas experiências para contar!


Segredos da mente masculina: comece definitivamente a entender os homens, e ter melhores relacionamentos!