Joguinhos de amor, Homens, e Mulheres: De quem é a culpa?

joguinhos-de-amor-jogos-de-amor


Joguinhos de amor, Homens, e Mulheres


Quero falar hoje sobre três coisas: homens, mulheres, e relacionamento. (Poxa, que novidade vindo de alguém que escreve sobre relacionamentos né! Haha’).

Acho que ainda não tenho leitoras em número suficiente para criticarem o que eu digo, apesar de já ter um número grande e crescente (obrigada suas lindas! *-*), ou eu tenho sorte de mulheres legais me seguirem, pois sempre recebo e-mails me agradecendo e dizendo como tenho ajudado.

Porém, vejo com frequência em outros sites, comentários negativos, repletos de críticas, e interpretações erradas sobre dicas de relacionamento para mulheres e coisas relacionadas ao “jogo do amor”.

Algumas sempre interpretam errado, e outras sempre colocam como se autoajuda fosse um crime, ou as dicas fossem machistas!

A questão é que o mundo tá chato! Gente do céu, como o mundo tá porre! Rotulam tudo, e fazem muito mimimi por besteira! Parece que ninguém tem mais vida pra cuidar, eu hein!

Entendo que realmente tem certas coisas que ultrapassam o limite do absurdo. Para mim isso significa dizer coisas como: “mulher só atrai homem com sexo”, ou “você precisa ser gostosa para ser atraente…”.

Pior ainda quando leio: “basta acreditar no amor, se achar perfeita, sem enxergar seus defeitos, sem buscar melhorar como pessoa, e se entregar de cabeça ao amor que ele dará certo”.

Minha opinião sobre tudo isso? É dar um tiro no próprio pé!

É muito lindo na teoria, de verdade, perfeito para compartilhar nas redes sociais, mas na prática, no “vamo vê”, não costuma funcionar tão bem!


É só mulher que muda para agradar o homem?


Pois bem, no meio disso tudo, encontrei em um site alguns comentários dizendo mais ou menos:

“Deveria ter um manual para os homens! É como se só as mulheres tivessem que se comportar X ou Y, e os homens só são responsáveis por escolher a mais interessante. E se ele não conseguir enxergar e compreender a mulher? Então nós que somos erradas?”.

Foi o único comentário que fez uma crítica construtiva. Mas, como citei anteriormente, as vezes é a interpretação pessoal que está errada (ou talvez ela não esteja acompanhando boas informações).

Se você está lendo um blog feminino, é claro que as dicas serão para conquistar o homem (se estivermos falando de heterossexuais), logo, se quer conhecer as dicas dadas aos homens, é nos blogs masculinos que você encontra.

Mas vou te adiantar: Quem disse que homem não tenta entender mulher? Quem disse que eles não se esforçam para agir certo e nos compreender? Quem disse que só as mulheres estão erradas nos “joguinhos de amor”? Quem disse que só as mulheres precisam observar o próprio comportamento?

Me diga, quem disse essas coisas acima? Com certeza não fui eu!

Vamos falar de homens de qualidade:


  • Então você acha que te convidar para sair e passar a noite tentando te agradar, realmente não gerou nenhum esforço da parte dele?
  • Você acredita mesmo que quando ele te dá notícias de cada passo que dá, ele não está pensando em você e suas necessidades de atenção?
  • Você tem certeza que o fato dele passar horas tentando achar o presente ideal para te dar no dia dos namorados não é um esforço dele para agir certo?
  • Você acha que o fato dele não falar as putarias que estão passando na mente, tentar não peidar nem arrotar do seu lado, são comportamentos normais dele? Você acha que com os amigos íntimos ele age assim, é? Isso não é uma mudança de comportamento por sua causa?
  • Então você realmente acha que quando ele escolhe passar o fim de semana ao seu lado, vendo filmes de romance, não é uma mudança de comportamento por você? Acha mesmo que entre uma cervejinha com os “bródi” e o filme de romance, ele quer mesmo é derramar lágrimas?
  • Acha que o fato dele se matar de trabalhar e ao menor pedido seu, entregar todo o dinheiro suado do mês em suas mãos, não é uma forma de colocar suas necessidades acima das dele?

Sério, será mesmo que você não está interpretando mal as coisas? Que está enxergando com uma mente limitada? Será mesmo que a função de “mudança de comportamento” é só nossa? E será que, se você sabe o que vai deixar o outro mais feliz, não custa fazer esse esforço, assim como eles fazem?

Claro que nem todos os homens têm essa “sensibilidade”. Existem homens e homens. Alguns não estão mesmo nem aí, e outros não têm o mesmo “tato” para tomar determinadas atitudes (o que não significa que não se importem).

Então eu te pergunto: se você quer ser “enxergada e compreendida”, o que tem feito para sentir isso? Mulheres são um mistério para a mente masculina, eles tentam, mas mesmo quando acertam ainda acham que fizeram algo errado e a qualquer momento vamos notar.

Alguém precisa ensinar isso para eles! Ensinar como tratar uma mulher. Existem alguns profissionais fazendo isso, acredite. Como também existem pessoas colocando péssimas ideias de “Como pegar mulher” na cabeça deles.

Você, por outro lado, pode ajudá-los dizendo o que te agrada e desagrada. O que permite e o que não permite. O que te faz feliz e o que te aborrece. Simples assim.

Mulheres precisam aprender a dizer o que querem de uma relação. Não podemos simplesmente esperar que eles adivinhem nossas complexidades. E muito menos nos desvalorizarmos para depois exigirmos respeito.


A eterna disputa homens x mulheres


Li um comentário aqui, onde a amiga disse que ao ler o título do meu blog, pensou que o conteúdo seria totalmente diferente.

Ao ler Autoridade Feminina, parece que vamos maltratar e “judiar” bastante dos homens né! Haha’. Mas claro que não! Não é sobre autoridade forçada, mas sim, natural, no sentido de “Ei, eu sei o meu valor”.

Não é guerra gente! Eles não são nossos rivais! Já passou da hora de mudar isso: “ah, nenhum homem presta”, “ah mulher é tudo interesseira…”. Vamos parar! Para de repetir isso!

A fama de muitos homens que agem errado acaba caindo sobre todos eles, da mesma forma, o fato de algumas mulheres não se valorizarem e se permitirem ser vistas como interesseiras (e outros termos mais) cai sobre todas nós.

Então te pergunto: você se encaixa na categoria? Então porque acha legal dizer que todos os homens também são iguais?

Dá uma olhada no comercial abaixo, e me diga como enxerga:



Minha humilde opinião? Enquanto o mundo chama de machista, eu vejo além: enxergo as verdades por trás.

Qual é, tem mulher que é assim! Vai negar? Eu mesmo conheço um monte de “maria gasolina”!

Por outro lado, há quem enxergue como algo generalista, como se toda mulher fosse assim. Não te causa indignação enxergar dessa forma? Então porque você se acha no direito de julgar todos os homens com a mesma moeda?

Eu não defendo homem nem mulher. Eu apenas mostro o papel de cada um, pois, ao meu ver, os relacionamentos estão cada vez piores pela má comunicação, ou pela falta dela!

Então, não sei o que outros blogs pregam por aí, mas tenha certeza de uma coisa: jamais terei como foco dizer que você deve ser submissa ao homem! Não mesmo! E qualquer mudança que você faça, é antes por si mesma!

Mas também não passarei a mão na sua cabeça, nem te colocarei em um pedestal, dizendo que você é perfeita e o problema é ele, quando na verdade não é.

Por fim, vamos esclarecer uma coisa: Não são os homens que escolhem, somos nós! Pois é minha linda, mudar algumas coisinhas básicas no seu comportamento, ou mesmo fazer alguns joguinhos, não são para que ele te escolha, são apenas para ampliar seu poder de sedução, pois a decisão de querer ou não é sua!

Homens não conseguem sexo sem o consentimento da mulher (não estou falando de psicopatas, tá), logo não é à toa que eles fazem de tudo para conseguir isso, até mesmo sendo canalhas.


Mas e os jogos de amor?


Acredite ou não, joguinhos de amor existem, e em algum momento você já brincou com eles:


  • Seja quando trocou olhares e sorrisos paquerando;
  • Seja quando se fez de durona;
  • Seja quando viu ele se aproximar, mas disfarçou para parecer surpresa;
  • Seja quando passou horas escolhendo a melhor roupa para usar com ele;
  • Seja quando quis ir para a cama com ele de cara, mas se controlou;
  • Seja quando ficou horas esperando uma ligação (que ele fez demorar de propósito);
  • Seja quando não o ignorou porque ele te fez raiva enquanto te provocava;
  • Seja quando mudou o tom de voz ao falar com ele.

O que você acha que são as situações acima? São jogos de amor minha linda! São traços da nossa natureza: uma mistura de hormônios, de impulso, de ansiedade… São ações inconscientes (quando não manipuladas) do nosso cérebro!

E o óbvio não compreendido é que, quase sempre repetimos as mesmas atitudes, logo, nos tornamos previsíveis. Portanto, dizer para “agir assim ou assado”, nada mais é que listar um caminho que tende a ter mais sucesso com base nos comportamentos padronizados.

Por que continuar errando se você já sabe caminhos que têm mais chances de sucesso? Faça o teste e diga se estou mentindo!

Não sei por que tanto preconceito com isso, é absolutamente normal! Faz parte da sedução, são estratégias que o nosso cérebro usa com uma só função: selecionar o melhor parceiro para perpetuação da nossa espécie!

É relacionamento! É uma oportunidade de constituir uma família, que muitas vezes não acontece por meros detalhes errados! É claro que seu cérebro vai te proteger analisando tudo! Essa é a função dele.

Nossa mente testa e analisa situações e pessoas constantemente: gestos, comportamento, vestuário, modo de falar… Tudo! Um pequeno passo em falso pode colocar tudo a perder. E eu sei que você sabe disso, então porque tem tanta raiva de tratar os relacionamentos como um processo instintivo? Que pode ser estudado e aperfeiçoado?

Algumas destas pessoas críticas se identificam tanto com o que leem, que não querem de forma alguma admitir isso, então acham melhor atacar, como uma espécie de defesa, sabe.

É melhor criticar do que admitir e tentar mudar, mesmo sabendo que consegue ser melhor, e que essa melhoria só trará benefícios.

Mudar dá trabalho… É muito melhor permanecer na zona de conforto e culpar os outros pelos problemas.

Portanto, se você me acompanha, e se chegou até meu blog com o coração apertado e machucado… Se mesmo assim abriu os olhos para enxergar onde errou, e como consertar… Se apesar de ficar com raiva em aceitar a verdade, algo te dizia que você estava errada, e te fez continuar firme na mudança…

Então meus parabéns!

Você não deu a mínima para o que dizem: se é feminismo, machismo, modismo, sei lá mais quantos termos vão surgir, você simplesmente pagou o preço de fazer diferente, de experimentar atitudes novas.

Tenha certeza que seus resultados virão!

É inteligente saber identificar as próprias emoções e comportamentos nocivos, e lidar com eles. Dedicar tempo para conhecer mais sobre você e sobre o outro. Amadurecer emocionalmente antes de sair se relacionando com alguém (ou enquanto se relaciona).

Você é mesmo demais!

E sobre os demais: deixa que falem! Eu tenho orgulho de você.

Um beijo, sua linda! :*


P.S.: Aos críticos: quando tiver pontos de vista diferentes dos meus, críticas construtivas serão sempre bem-vindas… Sempre podemos aprender algo novo com o ponto de vista do outro. Mas se vier só encher o saco, faz um favor: vai plantar árvore para ajudar o planeta! 😉


Segredos da mente masculina: comece definitivamente a entender os homens, e ter melhores relacionamentos!