Mudança de hábito: Ele não vai mudar por você!


Mudança de hábito: Ele não vai mudar por você!


Ah amiga, você sabe que minha função aqui é abrir os seus olhos, não é mesmo? Então é minha obrigação te esclarecer: As pessoas não mudam porque você quer! Desculpe!

Tudo bem; entendo que você já ouviu isso por aí, e que também deve ter ouvido coisas como: “Quando um homem te ama de verdade, ele muda por você!”. Doce ilusão amiga. Não mudamos por ninguém, mudamos por nós mesmos!

Veja um exemplo: Isso parece verdade quando aplicado às mulheres boazinhas – sim, aquelas que se doam em excesso por medo de perder o homem. Pois bem, mas só parece mesmo, pois estas ditas cujas fazem tudo que o homem quer, e até mesmo mudam seus hábitos porque ele “manda”.

Quantas vezes você viu aquela amiga que adorava minissaias, andando mais comportada que uma muçulmana? Ou até mesmo aquela amiga que adorava uma make bem pesada e marcante, e agora só usa nude?

Observando por alto, isso até parece uma mudança de hábitos, mas não é! É uma mudança provisória, feita para agradar alguém, e não a si mesmo. O resultado é que, quando a relação termina, todos os antigos hábitos voltam à tona (exceto se ela realmente tiver gostado da mudança).

O oposto também costuma acontecer com os homens mais bananas, sem personalidade, que fazem tudo para agradar a mulher.

Outra situação bem mal confundida é quando a mudança acontece para manter a paz do relacionamento. Um caso típico é a redução do nível de amizade entre os amigos dela e as amigas dele, ou a redução do número de curtidas em fotos no facebook de terceiros.

Ele te pede pra parar de tratar seus amigos (homens) com tanta intimidade. Você para. Mas, normalmente, na primeira oportunidade a sós com eles, a intimidade retorna. Do mesmo modo, você pede pra ele parar de ver e curtir fotos provocantes de mulheres seminuas no facebook. Ele para, mas na primeira oportunidade longe de você, esse comportamento permanece.


Em ambos os casos, não houve nenhuma mudança de hábito, apenas uma modificação provisória para evitar desentendimentos. No fundo, os dois ainda têm o mesmo apreço pelo comportamento.


E por que não houve mudança? Porque essa mudança não interessa a nenhum dos dois! Você não vê motivos para deixar de abraçar e beijar seus amigos; e ele não vê motivos para deixar de curtir fotos de mulheres seminuas. É algo feito pelo outro, não por si mesmo.

Agora, algo absolutamente oposto acontece quando a pessoa que você ama enxerga benefícios realmente atraentes para mudar. Ele não sente obrigação, mas desejo. Aqui a verdadeira mudança ocorre.

Outra situação que costuma gerar mudança verdadeira é através do medo. Já ouvi uma frase de que as pessoas mudam pelo amor ou pela dor, e devo acrescentar que o medo está na lista. O medo de uma dor muito forte leva a uma mudança verdadeira.

Mas não seja ingênua de acreditar na frase “mudei por você”, pois no fundo a mudança não foi por você, foi por ele mesmo. Ele viu motivos, benefícios, vantagens, ou medo, para querer mudar. Analisou e chegou à conclusão de que poderia pagar o preço, e que aquilo de alguma forma seria bom para ele.

Você, no máximo, será o “clique” que o ajudará a enxergar que precisa mudar, mas o desejo para efetivamente fazer a mudança acontecer vem dele. Se ele não quiser, não haverá nada que você possa fazer. Mesmo que tente obrigá-lo, saberá no fundo que a tal mudança não será verdadeira, nem muito menos duradoura.


É como querer obrigar um homem a casar. Amiga, se ele não vê motivos por livre e espontânea vontade, isso não vai funcionar. Você pode até dar um golpe e tentar segurá-lo por algum tempo, mas seu casamento estará fadado ao fracasso e você sabe disso.


Portanto, nenhum homem mudará por você! Ele não deixará de ver os jogos de futebol, de tomar uma cerveja com os amigos, de ter desejos ocultos com mulheres gostosas (e mais uma série de coisas que o horário não permite citar) porque você quer. Ele vai precisar encontrar motivos para isso, vantagens, benefícios ou tudo será apenas fachada.

Resumindo: a verdadeira mudança de hábitos ocorre quando a pessoa quer. Vem de dentro! Se ela não quer, não há santo nem vela que a faça mudar de opinião! Então pare de perder seu tempo tentando mudar alguém, e aprenda a dar motivos para aquela pessoa querer mudar por conta própria.

Mas isso é assunto para outro post.

Um beijo, sua linda! :*


Segredos da mente masculina: comece definitivamente a entender os homens, e ter melhores relacionamentos!

  • Ah Nayane minha linda, a pessoa só muda por conta própria quando algo desperta essa necessidade nela. Um exemplo:

    Ele te ama, muito mesmo, e já demonstrou várias vezes. Mas você dá segurança demais… Ele sai muito e mesmo incomodada você reclama mas aceita. Esse cara sabe que você não vai a lugar algum… Mas um belo dia você diz “Chega. Cansei!” e sugere a ele entrarem em um acordo: ou ele reduz as saídas, ou vc cai fora. Esse cara pode até pagar pra ver e deixar vc ir… Mas quando perceber que vc vai mesmo, ele vai surtar! É nesse momento onde ele para e pensa: Até onde vc é importante? O que sua falta faz? E se você for mesmo essencial pra ele, a sua ida foi um gatilho pra despertar nele a necessidade de mudar e abandonar as saídas.

    Nem sempre você vai poder fazer alguma coisa pra influenciar a mudança nele, mas as vezes depende apenas de ser firme o suficiente para saber deixar claro quais são as suas regras. Se ele puder pagar o preço, e isso for importante, tenha certeza que ele levará em consideração.

    Beijo sua linda. :*