O amor é como uma dança…

 amor-o-amor-e-como-uma-danca

 O amor é como uma dança…


 

Assistindo Amor&Sexo me deparei com uma verdade pronunciada pela apresentadora Fernanda Lima: “O amor é como uma dança. Primeiro você aprende a dançar sozinho, para depois dançar acompanhado”.


Não há mais nada a ser dito. Se eu pudesse resumir todo o blog em uma frase, seria esta. Será que você aprendeu a dançar sozinha? Ou será que você ainda está procurando desesperadamente um par para dançar contigo? Será que você só consegue dançar acompanhada?


Um relacionamento nunca vai dar certo por muito tempo quando um é totalmente dependente do outro. Quando um não têm vida própria, amor-próprio. Relacionamento também precisa de individualidade. Precisa de duas pessoas que são felizes sozinhas, para que juntas haja essa troca de felicidade.

A felicidade unilateral não é o suficiente para manter um bom relacionamento. Digo e repito que é muita responsabilidade delegar ao outro a função de te fazer feliz. Entrar em um relacionamento dependente é ter os dias contados para o término. É inevitável.


 Procure onde na sua vida você sentiu que precisava de alguém para completar sua felicidade. O que houve contigo para que você pense que não consegue ser feliz sozinha? Porque você acredita que o objetivo da vida deve ser encontrar alguém? O que te faz acreditar que só vai ser feliz com ele, ou se tiver uma pessoa que possa te jurar amor eterno? Na verdade, porque você não tenta criar sua própria felicidade em torno de si mesma?

 Enquanto escrevo esse post, estou realmente me esforçando para não sentir sua dor. Mas é impossível não perceber o quanto é triste viver a vida em função de alguém. Sei que muitas mulheres estão absurdamente ligadas à estas ideias erradas que dominam suas mentes. Muitas pensam que é impossível ser feliz sem ele, que a vida não vai ter o mesmo sentido, que nunca mais encontrarão outro como ele, ou que não conseguem se desligar do passado e construírem sua própria felicidade no presente…

 Eu sei que não adianta, mas eu persisto: Existe saída. Você consegue. Existe felicidade além dele. Existe homem melhor que ele. EXISTE!

Como eu gostaria de te pegar pela mão para uma experiência pessoal. Arrastá-la para dois futuros. Mostrar o futuro resultante das atitudes que você está escolhendo ter hoje. Uma vida perdida em busca de um amor que não vale à pena, enquanto ele estaria feliz da vida com outra pessoa. Ou um futuro de felicidade plena e realizações, onde você estaria absolutamente feliz, e ele, provavelmente, arrependido.


A sua felicidade só depende das suas escolhas. De nada mais. De ninguém mais. O que você têm escolhido? Por que não tenta dançar sozinha? Experimente. O único ingrediente que você precisa para ser feliz, está no seu espelho. Vai lá e dá uma olhada…


Lembra quando escrevi que o amor virá quando você parar de persegui-lo? Então. Nesse tempo em que você parar de perseguir o amor, de lutar desesperadamente por ele, aproveite para aprender a dançar sozinha. Em outras palavras: aprenda a se amar e a amar sua companhia a tal ponto de ser feliz sozinha. Quando você fizer isso, pode esperar que o amor vem te tirar para dançar. Eu garanto!

Um beijo, sua linda! :*


Compartilha aí com as amigas:
error: Este conteúdo é protegido!