Triângulo Amoroso: O que aprender com Jaque, Ana Clara e Breno, no BBB 18


Triângulo Amoroso: O que aprender com Jaque, Ana Clara e Breno, no BBB 18


 

Oie migs! Tá linda?

Vamos falar do barraco da vida alheia no BBB 18 e tirar uma lição? 😀

Bom, na história desse triângulo amoroso todo mundo tem um lado: uns acusam as meninas, outros acusam o Breno… Mas a pergunta que fica é: Alguém tem culpa nisso tudo?

Vou te dar minha opinião e nos comentários você me dá a sua, combinado?

Então vamos lá: TODOS têm culpa!

Perae que vou me explicar… E acompanha até o fim porque a lição de hoje pode servir para você também!

 

 

 


O triângulo amoroso mal planejado


 

Quando afirmo que todos têm sua parcela de culpa, não me refiro à atitude perante o outro, mas sim à atitude para consigo mesmo.

Não assisto televisão há uns bons anos, mas os barracos do BBB desse ano estão me seguindo por onde passo no Instagram (aproveita e segue lá: @autoridadefeminina 😀 ).

Então minha opinião é mediante o pouco que acompanho nos IGs de fofoca. Se houver algo que não sei, desconsidere.

Pelo que percebi, esse triângulo amoroso aconteceu no território do inesperado, com exceção da Ana Clara que já estava de olho no Breno e meio que – na malícia – deu seu jeitinho de ficar com ele (mesmo sabendo do interesse da Jaqueline).

A Jaque – que não é boba nem nada – entendeu a situação e mostrou que também sabe jogar o jogo da sedução: pegou o Breno de jeito.

Pronto! Foi o suficiente para termos a versão oposta de Dona Flor e seus dois maridos.

O que era pra ser uma simples “pegação sem apegação”, virou um triângulo amoroso repleto de intrigas, e caras e bocas. A audiência da globo agradece!

 


E por que todos têm culpa nesse triângulo amoroso?


 

São todos adultos ali, ninguém foi enganado, todo mundo sabia onde estava se metendo. Estava tudo muito claro, só não enxergava quem não queria.

Então quando falo em culpa, falo sobre o erro que cometeram contra si mesmos. Nenhum dos três pode responder pelas atitudes do outro, mas são responsáveis pela forma como agiram, e pelo “autoestrago” que causaram.

Quer ver só? Confere aí:

 

BRENO

 

Até onde sei, o Breno nunca disse que pretendia formar um casal dentro do BBB. Muito pelo contrário!

O moço proferiu, em alto e bom som, que queria pegar mulheres (isso, no plural mesmo), e só curtir.

Minha amiga, a partir do momento em que um homem te diz claramente que não tá procurando nada sério, o que mais você poderia pensar?

A resposta óbvia é: “Bom, eu quero o mesmo que ele?”. Se sim, se joga. Se não, cai fora.

Mas na cabeça feminina, que não pode ver um homem pegador que já quer transformar em santo, é impossível entender a linguagem CLARA dos homens!

Ora mais, o cara mostrou abertamente a intenção! Ele não tem obrigação de dispensar mulher pra pagar de bom moço.

A partir do momento em que você dita suas regras, a outra pessoa só joga o jogo se quiser. Se elas foram idiotas o suficiente para querer mudar as regras do jogo, a culpa não é dele!

E onde ele errou? Errou ao insistir e ficar com a Jaqueline. Ele já havia notado o comportamento dela, as insinuações, o jeito carente…

Ele sabia que, se ficasse com ela, teria uma sombra durante as 24h do dia!

Mas mesmo sabendo disso, ele resolve ir contra a intuição e fica com a moça. O resultado todo mundo já sabia: Ela agora fica constantemente por perto, faz massagem, beija, abraça, agarra…

E ele sempre com uma expressão muito clara de que não está afim dessa melação toda! Mexeu filho, agora aguenta!

 

 

ANA CLARA

 

A menina que se dizia desapegada, com jeitinho de quieta, mas que armou o bote direitinho – e acabou se ferrando no processo!

Soube se aproximar do Breno, fazendo a cabeça dele contra a Jaqueline, dizendo que entendia ele, e que era perceptível o quanto ele estava incomodado com ela no pé…

Deixou transparecer uma imagem de que também não queria formar casal, que era do tipo “espírito livre” também, e os dois acabaram ficando.

Talvez aqui fora a Ana Clara realmente seja desprendida, mas lá dentro a jogada dela deu muito errado.

Acabou se apegando ao Breno (que por sinal deve ter um beijo muito bom porque vou te contar viu…), perseguindo o cara nas festas, forçando a barra, e se mostrando muito mais grudenta que a própria Jaque.

Onde a Clara errou?

Foi com muita sede ao pote!

Tudo bem se ela realmente não tinha a intenção de se apegar a ele, mas sabendo que o cara não queria formar casal, ela deveria ter usado a cabeça.

Pensa comigo: A melhor estratégia para fazer um homem se interessar por você é se jogando aos pés dele, sabendo que ele não quer a mesma coisa?

Teria sido mais inteligente ela continuar no controle da própria pepeca, se aproximar dele apenas como colega de confinamento, demonstrar ser uma mulher centrada, leve, indiferente, mostrando suas características positivas, e deixando que ele alimentasse o interesse de estar mais perto dela.

Aos poucos o Breno ia enxergar que ela “combinava” com ele, pois tinha os mesmos interesses (ela não tinha que escancarar o desespero de fisgar o homem), e dava espaço pra ele.

E o principal… Ele perceberia que:

“Ops, depois daquele amasso ela não correu atrás de mim… Como assim?”.

É o que digo lá no Curso A Mente dos Homens: Quando um cara é desejado, ele sabe disso. Ele sabe que as mulheres vão correr atrás. É normal.

E até que apareça uma mulher que aja diferente, esse cara não vai se interessar em ter nada sério.

E eis o problema: Ana Clara não agiu diferente, ela agiu exatamente igual a todas as outras: foi carente!

 

JAQUELINE

 

Jaque foi outra que não aprendeu nadinha com o erro da “amiga”.

Ana Clara queimou o filme dela com o Breno, passou a perna na cara dura, e mesmo assim a Jaque foi lá e ficou com ele.

Você olha bem, um mulherão da porra, e não tem autoestima suficiente para se valorizar.

Podia pegar só pra fazer uma vingancinha de leve? Podia. Mas precisava grudar no cara depois? #Desnecessário!

Caiu no mesmo erro: achar que com ela seria diferente. Toda mulher acredita nisso né? Sonha em mudar um homem…

Aprende comigo: Homem só muda quando quer e quando o convém. Não é por você, no fundo, é por ele. Pelos benefícios que terá (entre eles, ter você).

Segue o mesmo princípio da Ana Clara: se queria que ele gostasse dela, a pior forma de fazer isso era ficando disponível para ele as 24h do dia.

A mulher é literalmente grudenta! Jesus amado!

As cenas que vi ela sempre dá um jeito de abraçar, fazer cafuné, mimar… Vai acostumando mal, achando que isso fará ele se tornar fiel a ela – quando, na verdade, só faz ele ficar por perto pra receber os benefícios!

E pelas caras e bocas que vi, nem isso ele tá querendo viu! O coitado sempre aparece com expressão de quem está pedindo socorro.

Quem sabe ela vence ele pelo cansaço né!

 


E qual a lição que fica para nós?


 

Amor próprio e semancol. Essas duas palavras resumem o ensinamento dessa trama.

Vi muita gente defender que essas atitudes eram efeito da carência… Ah pelo amor… O jogo só começou!

Isso só mostra o quanto as pessoas já são emocionalmente desequilibradas, carentes, e não conseguem sequer exercitar a autossuficiência. Saiu todo mundo perdendo – inclusive o Breno, que perdeu a paz.

Se for por estratégia de jogo, até vale à pena passar essa vergonha. Mas simplesmente porque não consegue se manter só, e precisa ter alguém a tiracolo para suprir a carência, bom… É bem triste.

Percebe como sempre voltamos ao mesmo ponto: Amor próprio. Transbordar esse ingrediente essencial já resolve 90% dos problemas da sua vida.

Independente se você entrou em um triângulo amoroso, ou se está correndo sozinha atrás de um homem, valorize-se!

Você não precisa ficar mendigando afeto e atenção de ninguém!

Se um cara corre de você, ele não está fazendo charme – acredite em mim.

Um cara que te quer vai correr atrás de você. Tem uma enorme diferença nisso.

E uma vez que você permitir que um cara se esforce pela sua atenção, que lute para ter seu afeto, que mostre que merece seu amor, aí sim você sentirá o imenso prazer de realmente ser desejada por alguém.

Não coloque seu coração em risco por um cara que já deixou claro que não vale à pena. Quando um homem te quer, ele aceita as suas regras, não te faz jogar as dele.

E se um cara propõe que, para ficar com ele, é preciso aceitar um triângulo amoroso, caia fora sem pensar duas vezes.

Existe uma infinidade de homens nesse mundo que te tratarão como você merece. Não precisa se submeter a dividir o que deve ser indivisível.

Pense nisso.

Agora me conta: O que, disso tudo, faz sentido para você? Qual a sua opinião? Comenta aí.

Beijo, sua linda! :*

 

error: Este conteúdo é protegido!