Quando ele te convida em cima da hora…

 encontros-sair-com-um-homem-relacionamento

Convite para sair em cima da hora…


Olá amiga! Eis aqui um ensinamento essencial que você deve ler e reler até que entenda definitivamente.

Vamos lá: quando é que você deve aceitar um convite de um homem para sair? Quem respondeu: “quando ele chamar” deite e faça 100 flexões! Jamais quando ele chamar, assim, nesses termos de total doação de sua parte. Analisemos a mente masculina:

Caso 1:


Vocês se conheceram, não rolou nada, mas ele pegou seu telefone com o famoso “Eu te ligo” e desapareceu por uma semana ou mais. Você pirou, óbvio. Então, sábado 22:00h, ele liga como se nada tivesse acontecido (se for cafajeste profissional pode até surgir a frase “Você sumiu hein!” – e você sempre cai!).

Joga um papinho de que andou ocupado, sem tempo, que estava em casa sem fazer nada e pensou em você. “Tá ocupada? Que tal a gente sair hoje?” e você feliz da vida, saltando como a Daiane dos Santos, aceita na hora! Sabe o que você fez? Acabou de dar à ele o certificado de mulher irrespeitável. Pois é.


Um homem que tem seu número e faz questão de te chamar pra sair em cima da hora, no último minuto está simplesmente te dizendo: “Olha eu tô afim de pegar uma gata, ter um sexo legal, curtir a noitada, então lembrei de você. Se aceitar tudo bem, se não, tenho mais uma agenda inteira pra chamar… E então?”. Mas você que não se respeita nem se valoriza, acha que se disser “não” ele nunca mais vai te procurar e você vai perder o bofe escândalo. Aí faz a “cagada” (com o perdão da palavra) de aceitar.


Caso 2:


Ele combinou contigo de te pegar às 20:00h. Você se empolgou e ficou ansiosa esperando. Por volta das 18:00h ele liga com aquela voz doce e uma desculpa típica: “Oi linda. Olha eu não quero que você fique chateada comigo tá, mas não vou poder ir. Pois é, sei que tínhamos combinado, mas é que (vamos à lista usada pelos mais cafajestes possíveis):

  • Um amigo meu tá com uns problemas, tô indo lá dar uma força;
  • Você não vai acreditar, mas chegou um amigo que nunca mais tinha visto aqui em casa, não vou poder ir agora…
  • Acredita que saíram com o carro e estou a pé!
  • De repente me deu uma dor de cabeça terrível, acho até que estou com febre…
  • Lembrei que tinha combinado de ajudar minha irmã no “dever de casa” dela;
  • Infelizmente aconteceu uma tragédia. Minha vó tá passando mal, tô indo pro hospital com ela agora (ou qualquer outro parente, ou até mesmo a morte de um deles!);
  • Chegou em etê aqui em casa e me sequestrou. Agora estou nos anéis de saturno. (eu não duvido!)

Conclui com: “Você me entende né. Tudo bem? Não vai ficar chateada? Depois te ligo pra combinarmos outro dia…” ou: “Se der tempo, mais tarde te ligo e a gente se vê, ok?”.


Amiga, se você escutar uma dessas frases acima, fuja! Se ele completar a frase dizendo que ainda pode te ligar, correeeeeeee! Ele não te respeita! E se não der um basta nisso agora é caminho certo para você virar marmita!


Ora, acompanhe o raciocínio: se ele tem um “compromisso inadiável”, mas quem sabe ainda dê tempo de te ver (lá por volta de meia-noite, uma hora) e você aceita, está confirmando sua doação: “Claro que você pode me fazer esperar por algo incerto, sair comigo de madrugada, e tentar todas as possibilidades para obter sexo, afinal, estou topando sair contigo como segunda (terceira, quarta…) opção do seu dia”.


Caso 3:


Tipo do caso dois, que desmarca e um pouco mais tarde liga dizendo algo como: “Oi linda, então, agora estou livre. Podemos nos ver? Vem aqui em casa…”. Você olha pro relógio marcando meia-noite. Sabe que não deve ir. Sabe o que ele quer. Mas recusa a sábia voz da intuição, dá ouvidos ao desespero e vai. Já sabemos o final da história: ele some. Você liga. Ele dá desculpas. Você se desespera. Ele te dispensa. Você chora. Mulheres, mulheres…


Lição aprendida? Já releu? Não aceite qualquer pedido em cima da hora, muito menos tarde da noite, nunca, jamais, se for para ir até a casa dele. Isso é aceitar desrespeito! Você não é uma qualquer! Estamos entendidas? Se acontecer contigo, compra um óleo de peroba e dá de presente para a cara de pau dele!


E as exceções para esta ‘regra’? E quando aceitar? Veja no próximo post Quando aceitar um convite para sair.

Um beijo! =*


Compartilha aí com as amigas:
error: Este conteúdo é protegido!