Relacionamento: Por que tudo começa bem e depois dá errado?

relacionamentos-o-amor-acaba-porque-o-amor-acaba

Relacionamento:
Por que tudo começa bem e depois dá errado?


Você, com certeza, já ouviu alguém dizer a fatídica frase: “No início do namoro tudo são flores, depois é que estraga” – e pior que alguns sem noção fazem questão de dizer isso quando você comenta que o namoro vai às mil maravilhas. Haja falta de semancol no mundo!
Pois bem, alguma vez parou para refletir porque essa frase acaba se tornando verdade na maioria dos casos? Muitos casais começam bem, praticamente se completam; então, após alguns meses, a ‘coisa’ começa a dar errado e surgem as brigas, os desentendimentos, problemas, desencontros…
E se eu te disser que – em parte – a culpa é sua?
“Minha? Jamais! Eu sou carinhosa, atenciosa, leal, cuido dele… Ele é que não sabe retribuir!” – Bom, você acabou de responder à questão.


Quando digo que, em parte a culpa é sua (e dependendo da sua personalidade essa parcela de culpa sobre para 90%), estou me referindo ao modo como você vê esse relacionamento. Preste muita atenção no que vou te dizer agora: pare de idealizar a outra pessoa e de buscar retribuição. Esse simples ato mudará sua vida.


  • Primeiro que a natureza masculina não é igual à feminina. Logo, não se deve esperar o mesmo retorno em termos de demonstrações de afeto (já falei pra vocês em outro artigo como eles verdadeiramente demonstram amor).
  • Segundo: nunca faça nada esperando retorno – homens não são bons com sutilezas, então se for optar por esperar que ele te dê algo em troca, é melhor deixar claro.
  • Terceiro porque não se deve idealizar demais uma pessoa, achando que ela é perfeita, afinal, todos temos defeitos (e não diga que não faz isso porque sei que faz! Você o conhece hoje e amanhã já me chega dizendo que ele é perfeito, um príncipe! Depois não entende porque quebra a cara né!).

Entendidos esses três pontos primordiais para o sucesso do seu relacionamento, vamos ver o que você tem feito de errado:

  • Dá atenção e carinho demais;
  • Está sempre presente;
  • Está sempre se doando de bandeja, e claro, você espera que ele também faça isso. Porém amiga, ele tem vida própria, tem um modo particular de se expressar, e gosta de liberdade. Não adianta querer que ele se declare no Facebook sabendo que ele não gosta de exposição – e se fizesse, seria apenas para te agradar, não seria espontâneo. Ao invés de perder seu tempo tentando agradá-lo para receber algo em troca, procure ‘se’ agradar, e garanto que ele retribuirá muito mais.

Você cancela uma saída com as amigas porque ele ligou chamando pra sair. Então, automaticamente começa a achar que ele fará o mesmo largando o futebol para ficar com você. O que acontece? Frustração! Ele não vai fazer isso! E de quem é a culpa? Sua, que fez algo esperando um retorno. As coisas não funcionam assim. Não abra mão de seus planos por ele (salvo raras exceções). Ainda por cima está sendo desrespeitosa com suas amigas!

Por fim, pare de idealizar o homem perfeito, ele não existe! Existe sim um homem ideal para você, um homem certo para você, na sua medida, que terá qualidades que você admira, que combinará contigo, mas perfeição mesmo só Deus. Nem eles, nem nós, somos.


Uma característica sempre será qualidade para alguns e defeito para outros. Pare com essa ideia absurda! E muito menos diga que ele é perfeito depois de três dias conversando/saindo com o cidadão – pelo amor de Deus, você nem o conhece! É claro que ele será gentil contigo, educado, um pouco romântico até (dependendo da personalidade dele), afinal ele não é burro! Tem um objetivo e sabe que não conseguirá te tratando mal – e outra, um homem sensato nunca tratará mal uma mulher sem motivo aparente.


Eis que essas características acima desencadeiam um ciclo vicioso: achar que ele é perfeito e se decepcionar quando conhecer possíveis defeitos; ser carente dando atenção e exigindo atenção em troca; ser grudenta abrindo mão da sua vida para viver a dele; e consequentemente tornando-se uma mulher absolutamente diferente daquela que ele conheceu.


Quando se conheceram você era leve, descontraída, divertida… Agora você é uma maníaca ciumenta, grudenta e chata. Como acha que esse relacionamento continuará as mil maravilhas? Uma série de conflitos mal resolvidos está destruindo essa relação, e muito disso está vindo de você.
Como sempre digo, aprenda a ser independente do outro. Deixe-o viver, ser livre, e aproveite para ter vida própria também. Quando volta sua atenção para si mesma, consegue ao mesmo tempo (e sem sacrifício) duas coisas pelas quais luta (erradamente): a atenção e a presença do homem. Experimente sair do pé dele, cuidar da sua vida, parar de fazer cobranças e de esperar retornos, e depois volte aqui e me diga se eu não tinha toda razão.
Beijo, se cuida sua linda! :*


Compartilha aí com as amigas:
2020-07-29T16:22:46-03:00

Sobre a Autora:

Mentora de Mulheres. Publicitária. Especialista em Relacionamentos, Inteligência Emocional, e Comunicação Assertiva. Instagram: @talithaalencar