Os Homens preferem as Mulheres Más! (Será?)

É das Mulheres más que Eles gostam?


 

Oi amiga! Tudo bom?

Temos dois tipos de mulheres que vão ler este artigo: As que vão dizer de cara que sim, os homens gostam de mulheres más; e as que já entenderam a mente masculina e dirão que não é bem assim…

Talvez você já falou, ou ouviu, a frase: “Homem só gosta de mulher ruim, vou ser é ruim agora!”e no mesmo instante já estava sendo boazinha de novo. Ah, mulheres…

Eu não diria que os homens gostam das mulheres más; diria que eles não gostam com a mesma intensidade das boazinhas. Se isso tem diferença? Claro que sim!

Não são as más e nem as boazinhas que eles, de fato, procuram…

São as mulheres de atitude! Um meio-termo!

E por mulher de atitude quero dizer mulher firme, com opinião própria, emocionalmente bem resolvida, de valor. As famosas mulheres poderosas – que eu chamo de irresistíveis!

O que atrai um homem em uma mulher considerada má, é justamente a energia de poder que ela emite. Forte, decidida, desapegada. Se torna um desafio conquistá-la.

É a mesma coisa que acontece com as mulheres… Não é que mulher goste de cafajeste, mas todo cafajeste passa a mesma sensação de pegada, de segurança, de firmeza. Instintivamente a mulher quer sentir isso, e acaba caindo na ilusão de que vai conseguir mudá-lo.

Já as boazinhas, bom… Mulher boazinha não transmite isso.

 

 


A relação entre as Mulheres Más e os Homens


 

As mulheres ditas más, conseguem uma falsa sensação de autoridade. Sentem que têm poder sobre o Homem, mas isso não dura por muito tempo…

(exceto se o cara for um completo ‘banana’ para aguentar calado! Ou ainda, se ela for tanta areia para o caminhão dele, e ele for tão inseguro, que prefere aguentá-la por medo de não encontrar outra melhor).

Essas mulheres impõem sua vontade, sua opinião, fazem o que querem, quando querem, e se acham superiores.

Um homem que se preze, não aguenta ser humilhado por tanto tempo (na verdade, ninguém aguenta!). Eles também têm sentimentos, poxa!

Se houver amor verdadeiro, ele vai se dissipando aos poucos, junto com qualquer admiração que existir, quando esta mulher começar a demonstrar quem realmente é: Uma pessoa mesquinha, que só pensa em si.

Mas as mulheres más, não têm apenas pontos negativos.

Tem muita coisa que você deve aprender com elas, e muitos pontos que você deve aprimorar.

Por exemplo: O fato de ter opinião forte é absolutamente necessário! Assim como aprender a não colocar nenhum homem como centro do seu universo.

Porém, precisa haver um equilíbrio. A mulher “má” erra por não conseguir manter um meio-termo, é sempre 8 ou 80 – e isso não é inteligente!

Haverá momentos em que será necessário pesar prós e contras.

Vamos imaginar que você quer ir pra balada no fim de semana, mas ele quer ficar em casa vendo séries. Não é uma atitude legal bancar a desapegada e ir curtir, só pra mostrar que “homem nenhum manda em você”.

Sabe o que é inteligente e respeitoso? Analisar a situação e buscar um acordo do tipo ganha-ganha: Ganha você, ganha ele.

 


Um exemplo: Vocês ficam em casa nesse fim de semana, mas no próximo você escolhe o programa. Ou ainda, entram em um acordo e procuram uma terceira opção que ambos concordem. São mentalidades assim que levam um relacionamento adiante por anos a fio. Não essa rivalidade entre sexos que se estabeleceu.


 

Do mesmo modo, não é nada inteligente, e muito menos instigante, ter uma mulher que abre mão de tudo, que não opina em nada, que não tem voz, que deixa o homem mandar e desmandar.

Reage criatura!

Se você não gosta de séries, e ele nunca faz nada pra te agradar (não facilita, não entra em acordo, não abre mão de nada por você), porque diabos você vai dizer amém pra tudo que ele decidir?

Isso não é justo. Direitos iguais para os dois.

 

homem-nao-gosta-de-mulher-boazinha-autoridade-feminina

 


Abre o olho mulher!


 

Nem boazinha, nem má, apenas bem resolvida!

Lembre-se do equilíbrio: Se ele faz por merecer, então você deve considerá-lo. Se ele nunca se importa contigo, então tire-o da sua lista de prioridades!

Por que é tão difícil para as mulheres enxergarem essa equação?

Por que elas insistem em se doar inteiras sem receber nada em troca? E pior: se doarem criando expectativas de que receberão o mesmo retorno?

Já passa da hora de fechar o livro de contos de fadas, e enxergar a realidade que te cerca: As pessoas são diferentes, e muito provavelmente te decepcionarão em algum momento, de alguma forma.

Saiba encarar essas situações com inteligência emocional e aprenda com elas!

Você pode ser boa com todas as pessoas do mundo, mas não espere que todas elas te retribuam da mesma forma.

Portanto, a conclusão é:

 

  • As mulheres más atraem a atenção, são instigantes, mas não seguram um homem por vontade própria por muito tempo. Homens que ficam com elas são do tipo bananas, ou têm um fetiche como o masoquismo, pois gostam de sofrer ou de ser humilhados.

 

  • As mulheres boazinhas atraem pelo ar de inocência, mas não instigam, não fascinam, e se tornam chatas e monótonas com o passar do tempo por serem carentes demais, acabando com toda e qualquer adrenalina do relacionamento.

 

  • E as mulheres de atitude são o diferencial que os homens tanto buscam: que tem opinião, pulso firme, são femininas a seu modo, inteligentes, atenciosas na medida, emocionalmente bem resolvidas, mas ao mesmo tempo brincalhonas, divertidas, leves… Não precisam passar a imagem de superioridade. Elas atraem, conquistam, fascinam, instigam por serem um mistério, por não se doarem, nem serem previsíveis como as demais.

 

Seja este tipo de mulher!

A que sabe pegar as melhores qualidades dos outros perfis femininos, e adaptar ao seu estilo próprio de ser. A que, de fato, se torna diferente por agir diferente.

Aquela que exala sensualidade e bem estar por onde passa; que é amiga, companheira, confidente, e tudo isso sem se deixar de lado em momento algum.

Experimente e me diga o que mudará nos seus relacionamentos.

Aproveite e clique para continuar lendo: Entenda os Homens (e deixe Eles na sua mão!).

Um beijo, sua linda! :*

 


Artigo atualizado em Novembro/2018


Talitha Alencar

Mentora de Mulheres. Coach. Especialista em Comunicação Estratégica para Relacionamentos, Autossabotagem, e Inteligência Emocional. Instagram: @TalithaAlencar.

Related Episodes

    • Diego Dias

    Sou homem. Tenho 34 anos. Sempre fui mais quieto na minha, nunca fui muito bom em dar cantadas nas mulheres. Sempre atraí mulheres que eu não queria, que era as que menos se cuidavam, e por isso não tinham muitos homens afim delas para namorar sério.
    Eu me ferrei muito na mão das garotas bonitas, porque elas querem só homens de atitude, e me desprezavam.
    Hoje em dia eu prefiro sim uma mulher boazinha de atitude, do que uma mulher má ou de atitude.

    Estou até procurando mulheres mais jovens, de 20 e poucos anos. Sou solteiro, não tenho filhos, e não quero recuperar meu tempo perdido com uma mulher mais jovem. Existem mulheres de 40 afim de mim, e mulheres da minha idade, e muitas com filhos. Eu não quero.

    Eu penso que a mulher procura muito o homem quando ele ganha bem, quando ele é pobre, ela não quer nada com ele. Então, mulheres assim, se for pra eu bancar tudo ou a maior parte financeira, não quero uma mulher grossa e autoritária. Não gosta do meu jeito, cai fora. Simples.

    Quero uma mulher que use o cérebro, apenas isso.

    • Talitha Alencar

    Oi Aline!

    Este é um bom questionamento, pois é o que mais acontece.
    Para eles não é nada demais, só mais uma qualquer que eles estão usando para satisfazer um desejo momentâneo, etc… Mas e se isso vai adiante né? Pra que eles inventam se já têm alguém? Mente masculina…

    O que fazer? Temos duas situações:

    1. Se você acha que está tudo bem e que o mais importante é ter o carinho e atenção dele, afinal você é a oficial e as outras (talvez peguetes ou não) sempre serão só outras… fecha os olhos e deixa rolar.

    ou

    2. Você não admite isso, pois é desrespeitoso. Será que ele gostaria se fosse o oposto? Então você toma a atitude de analisar: vale à pena? (como vc mesma disse). Na minha opinião, se me desrespeita, não vale. Não me sinto bem sabendo que o cara tá dando em cima de outras, é desrespeito, e não deve ser tolerado. Nesse caso, chama no canto e manda a real: “Sem querer encontrei algo que não estava procurando. Vi mensagens no seu celular, e sinceramente não gostei, me senti um pouco ofendida. Não sei qual o seu raciocínio, mas para mim é desrespeito, tendo em vista que estamos juntos. Vc me entende? Gostaria de saber como podemos resolver isso?” – e joga o abacaxi pra ele.

    Se o cara tem pelo menos vergonha na cara, ele diz que não foi nada demais, mas que não vai repetir. Agora, se ele te responde como respondeu acima… Sério? Então é assim, uma troca: te dou carinho e vc me deixa fazer o que quiser? E depois, o que vem? “Te traí, mas eu tô te dando carinho né?”

    Nem só de carinho vive uma relação. Precisa haver respeito.
    Não tomaria essa decisão baseada em um “Vc é linda”, pois apesar de incluir quintas intenções, ainda é apenas um elogio.
    Já no “Vc está sozinha aí?” para bom entendedor essas 4 palavras bastam.

    Tudo depende das suas regras. O que você permite? Até onde permite? Aguente se achar que pode, se não, cai fora e encontra alguém que possa lidar com o mínimo que você exige. Porque convenhamos, respeito é o mínimo.

    Beijo sua linda. :*

    • Jisele

    Eu fui a boazinha queria sempre está com ele ao meu lado,sentimental.sofria quando ñ vinha ficar pertinho de mim.Ele se afastou de mim eu queria explicação e nada.agora entendo que me tornei sem graça.bom precisei termina por sentir me ansiosa e deprimida pela falta de atenção ñ era mais como antes.agora ele ta na Bahia eu ainda o quero muito.se passou três meses de separação do namoro.esses dias ele enviou whats dizendo que me ama fiquei tão contente.queria saber se existe a possibilidade de voltarmos a ter um relacionamento e ser diferente melhor para que os dois se queira mais e mais?

      • Talitha Alencar

      Oi Jisele! (Jisele com J, que diferente).
      Típico perfil da maioria das mulheres, não se sinta mal, mas sim, aprenda a lição!
      A possibilidade de volta sempre há, mas ele não vai voltar até ter certeza de que você mudou, de que voltou a ser a mulher por quem ele foi (ou ainda é) apaixonado. O coração diz que te ama, mas a cabeça diz que é cilada! E para modificar isso você precisa mudar! Precisa tirar essa insegurança, essa falta de amor próprio. Pra que querer esse homem grudado em ti criatura? Dá espaço, deixa ele respirar, curte sua vida, tenha seus hobbies… Seja interessante! Quanto mais você mostrar que mudou (mostrar, não falar), mais fácil fica dele voltar.
      Um beijo! :*

Leave A Reply