banner
Como Terminar um Relacionamento (de forma Respeitosa)

Como Terminar um Relacionamento


 

Então você quer saber como terminar um relacionamento… Pelo visto as coisas não vão bem por aí, né?

Eu sinto muito. Mas antes de te explicar como terminar um relacionamento, acho importante te trazer algumas reflexões.

Quem sabe você possa acabar encontrando outra forma de resolver essa situação que está enfrentando.

Trabalho com relacionamentos para mulheres desde 2014, e a esmagadora maioria dos términos acontece por falha ou falta de comunicação adequada.

Talvez você já tenha chegado ao seu limite. Talvez saber como terminar um relacionamento seja sua melhor opção.

Mas e se ainda houver chance de dar certo?

Será mesmo que você não está perdendo a pessoa da sua vida?

Vamos conversar um pouco, e logo adiante te explico como prosseguir.

 

Como Terminar um Relacionamento: É mesmo Necessário?


 

Lidar com pessoas não é fácil. Somos diferentes. Pensamos e agimos de formas diferentes.

Quando falamos em amor, no momento em que as coisas param de ser como desejamos, é sempre mais fácil aprender como terminar um relacionamento, do que continuar tentando.

Às vezes as tentativas foram inúmeras, e não resta outra saída.

O relacionamento que começou bem, por algum (ou alguns) motivos começou a desandar.

Deixou de ser uma relação saudável, e passou a ser tóxica.

Talvez você até tenha conhecido outra pessoa que fez seu coração acelerar novamente.

É compreensível. Afinal, nem todo relacionamento é feito para durar, e você não pode continuar presa a algo que não te faz mais feliz.

Entretanto…

Quero que você se certifique de que fez tudo que estava ao seu alcance para salvar essa relação, e que não está agindo por impulso.

Você escolheu essa pessoa por um motivo (por vários motivos). Ela fez você se apaixonar e desejar ficar junto.

Isso me leva a te perguntar: O que mudou? É tão grave que não pode ser consertado?

 

como-terminar-um-relacionamento-01

 

Como Terminar um Relacionamento: Reavaliando a Relação


 

Qual a parcela de responsabilidade de vocês dois? A “culpa” nunca é unilateral.

Eu sei que é mais fácil levantar o dedo e acusar o outro, mas e nós? O que temos feito? Como contribuímos para essa situação?

Será que o comportamento do outro não é um reflexo do nosso?

Antes de pensar em como terminar um relacionamento, reflita:

 

  • A outra pessoa sabe como você se sente? De verdade?
  • E você? Sabe como ele se sente?
  • Vocês conversaram como dois adultos conscientes sobre a situação, e as possíveis soluções?

 

Se a sua resposta para essas três perguntas não é algo convicto, então talvez não tenham tentado salvar o relacionamento do jeito certo.

O respeito, a comunicação, e o equilíbrio, formam a base de uma relação.

Comunicar envolve empatia e clareza.

Se tem algo errado acontecendo, algo que desagrada, algo que incomoda, isso precisa ser comunicado antes que tome uma proporção maior.

Mas as pessoas não comunicam. Elas cobram, elas gritam, elas exigem, ou elas guardam para si.

Se o seu parceiro começou a ter atitudes que te incomodam, o mais sensato a fazer é buscar entender o que está por trás da mudança de comportamento dele, e deixá-lo saber que isso está te fazendo mal.

As vezes nós demonstramos com ações aquilo que está nos incomodando profundamente.

Por exemplo: O cara começou a ter ciúmes demais, “do nada”. Mas quando analisamos à fundo, talvez isso não tenha relação direta com você, mas sim com a autoconfiança dele.

Talvez uma situação, por mais boba que seja, fez com que ele se achasse inferior à você, e isso despertou nele a sensação de insegurança.

Por não saber comunicar isso, ele reage com o que parece ser o mais adequado: Demonstrar ciúme em uma tentativa de conseguir o controle.

(É só um exemplo, não estou defendendo que está tudo bem o homem ser ciumento).

Faz sentido para você?

 

Como Terminar um Relacionamento: Passo-a-Passo


 

Mas ok. Digamos que não há mais chance e você está certa da decisão. Quer mesmo saber como terminar um relacionamento.

Nesse caso, vamos lá.

Tenha em mente que é doloroso para quem toma a ação, mas muito mais doloroso para quem recebe a notícia.

Mesmo que estejam brigados, não esqueça que essa pessoa foi/é importante na sua vida.

Logo, vamos fazer isso da forma mais respeitosa possível.

 

  • Passo 01: Marque um encontro (se for possível)

 

Terminar um relacionamento por mensagem é desrespeitoso. Então, se for possível, marque um encontro com ele. Mas faça isso de forma natural.

Não diga “precisamos conversar”. Isso já o deixará armado para notícias ruins.

Prefira: “Você está livre amanhã? Queria aproveitar para visitar aquele lugar X que adoro, e te contar uma coisa”.

“Te contar” é bem menos tenso do que “precisamos conversar”.

 

  • Passo 02: Não fale imediatamente

 

Vai com calma. Não precisa ter pressa para se livrar dele (estou contando que seu namorado não é nenhum narcisista ou psicopata).

Conversem, sorriam, contem novidades do dia-a-dia, e depois, quando ele estiver em uma vibe leve, você entra no assunto.

Exemplo: “Lembra que te falei que queria te contar algo? Então… Vou te contar”.

Digamos que isso é uma introdução para “preparar o terreno”. Aí sim você faz o próximo passo.

 

como-terminar-um-relacionamento-02

 

  • Passo 03: Explique a situação

 

Vou te dar um modelo do que dizer, e você pode adaptar as palavras para a sua forma de falar, mas não mude o sentido do texto.

Cada frase é elaborada para gerar nele o menor sentimento de rejeição e mal estar possível.

Seja empática, e fale de forma tranquila e sem pressa.

Eis o que você dirá:

 

Você sabe que é importante pra mim, né? Quando começamos a namorar, isso me fez muito bem, e só tenho a te agradecer por tudo que vivemos. Te agradecer por você ser tão carinhoso comigo. Você é um cara maravilhoso!

E justamente por isso, por te respeitar tanto, preciso ser sincera e te dizer que continuo te admirando e gostando de você, mas só como amigo.

Antes que diga algo, quero que entenda isso da forma mais respeitosa possível, e que, ainda assim, se for possível, possamos manter algum grau de amizade.

Se for muito para você, eu vou entender e respeitar sua decisão. Só me deixe saber como você se sente.

 

Provavelmente ele questione o motivo da sua decisão. Seja sincera e direta ao ponto. E atente-se para não dizer algo que ele possa usar como argumento para você voltar atrás.

Exemplo: “Você tem estado muito distante, a gente não se entende mais”.

Isso daria abertura para ele argumentar: “Eu posso ter mais tempo, podemos resolver isso”.

E aí, você fica em um beco sem saída.

Então, responda com argumentos que não deem abertura. Exemplo:

“Sinto que preciso me dar um tempo. Já não nos entendemos tão bem quanto antes, e seria injusto comigo e com você, continuar insistindo nisso. Peço que não tente me convencer do contrário, porque realmente estou decidida”.

 

  • Passo 04: Escute com empatia

 

O cara acabou de levar um pé na bunda. Se ele não tiver inteligência emocional para lidar com isso, ele vai reagir mal.

Pode ser que se humilhe, pode ser que fique com raiva, pode ser que te ofenda, pode ser até que levante no meio do seu discurso e saia.

Não reaja (a menos que ele tente algo contra você, é claro).

Deixe ele expor o que sente, e ouça com empatia. A reação dele não fala sobre você, fala sobre ele.

Tente não rebater, não gritar de volta. Se chegar aos extremos de ofensa, apenas levante e saia.

E o mais importante: Se tomou essa decisão depois de pensar em tudo que conversamos aqui, não volte atrás. Não será bom para vocês.

Se ele se humilhar pedindo que você repense, não plante esperanças nele. Seja sincera:

“Não é uma boa ideia, Fulano. Essa é a minha decisão final. Não posso mais te dar o que você merece, e se voltássemos acabaríamos terminando novamente. Vamos deixar como está. Acho melhor me despedir, e deixar você com o seu momento”.

 

Como Terminar um Relacionamento: Agora acabou!


 

Pronto. Você soube como terminar um relacionamento. Acabou.

Dependendo da personalidade dele, os próximos dias podem ser um verdadeiro teste para você.

Se ele não aceita o fim, vai continuar atrás, tentando te convencer a voltar.

Você sabe que não é uma boa ideia, então, não ceda.

Se ele insistir, diga educadamente:

“Logo você perceberá que não vale à pena. Mas enquanto não enxerga desse jeito, eu preciso me manter afastada de você para que não soframos mais. Vou te bloquear por algum tempo, e espero que entenda minha decisão”.

Por mais que seja doloroso vê-lo sofrer, respeite o momento dele e o seu. Não banque a melhor amiga, como se nada tivesse mudado.

Ele vai acabar nutrindo esperanças em vão.

Quando falamos em amizade, é para que os laços não se percam completamente. Mas isso acontece com o tempo. E não significa que ele será seu melhor amigo – são poucos os casos em que isso dá certo.

Manter um ex por perto logo após o término não é saudável. Dê um tempo para ele e para você, por mais que doa.

Espero que tudo se resolva por aí, e que os erros dessa relação sirvam como aprendizado para as próximas.

Independente do que aconteceu, não perca a fé no amor.

Se cuida.

Aproveita para continuar lendo: Como Esquecer Alguém, Como Superar um Término.

Um beijo, sua linda! :*

 

como-superar-o-fim-de-um-relacionamento

IMPORTANTE: Os comentários realizados nesse artigo são de responsabilidade de quem escreve (você). Por favor, mantenha o respeito com as coleguinhas. Para acompanhar mais conteúdos, acesse nosso Instagram: @talithaalencar
Talitha Alencar

Terapeuta Especialista em Relacionamento para Mulheres, com foco em Conquista, Reconquista, e Reconstrução de Relação. Instagram: @TalithaAlencar.

Related Episodes